Inteligências Múltiplas

A Teoria das Inteligências Múltiplas diz que cada indivíduo possui 8 inteligências diferentes.

Cada pessoa possui uma habilidade ou algumas capacidades que parecem ser maiores do que outras. Você com certeza tem um amigo que é ótimo em matemática, por exemplo, mas um fiasco em português. Acredite: isso não só é normal como também tem uma explicação cientifica.

Há 30 anos, Howard Gardner escreveu a Teoria das Inteligências Múltiplas, explicando suas implicações em processos educacionais e no desenvolvimento pessoal. Segundo Gardner, cada indivíduo possui oito tipos de inteligência que, juntos, colaboram na formação da sua personalidade, influenciando nos pontos fortes e fracos de cada um. Assim, uma pessoa pode ter maior facilidade com algumas ações ou conteúdos do que com outros.

Através da Teoria, Gardner levanta o seguinte questionamento: será que o sistema educacional realmente atende às necessidades de cada criança ou acaba sendo falho, visto que é generalista enquanto cada um possui suas próprias facilidades e dificuldades?

O fato é que com o uso da teoria em escolas, a experiência do aprendizado com certeza seria muito mais rica e proveitosa, evidenciando as qualidades de cada estudante e ajudando-o da melhor forma a encarar novos desafios

1. INTELIGÊNCIA ESPACIAL

É a habilidade de compreender figuras e construções apenas com o olhar, sem precisar de formulas. É bastante desenvolvida em arquitetos, engenheiros...

 

2. INTELIGÊNCIA CORPORAL

É a capacidade de utilizar o próprio corpo para produzir algo ou até mesmo resolver problemas. Presente em atletas, dançarinos e atores, por exemplo.

 

3. INTELIGÊNCIA MUSICAL

Está ligada à sensibilidade em relação a notas e timbres, e à habilidade de criar novas músicas e padrões musicais. Está, por exemplo, em cantores e compositores.

 

4. INTELIGÊNCIA LINGUÍSTICA

Elevada capacidade em aprender idiomas, em dominar palavras, escrever e falar com precisão. Presente em escritores, poetas, jornalistas...

 

5. INTELIGÊNCIA LÓGICO-MATEMÁTICA

Capacidade de utilizar fórmulas e criar raciocínios lógicos, interpretando símbolos. Bastante desenvolvida em matemáticos e cientistas, por exemplo.

 

6. INTELIGÊNCIA INTERPESSOAL

Está ligada à facilidade que uma pessoa tem em lidar com outras. Religiosos, professores e líderes políticos têm essa inteligência bastante elevada.

 

7. INTELIGÊNCIA INTRAPESSOAL

Relacionada à capacidade de resolver problemas e de conhecer e entender a si mesmo. Presente em psicoterapeutas e escritores, por exemplo.

 

8. INTELIGÊNCIA NATURALISTA

É bastante elevada em biólogos e geólogos, por exemplo – é a sensibilidade de analisar a natureza ao seu redor, classificar plantas, animais, etc.